Colégio Agrícola Augusto Ribas, Educação e Técnica a Serviço da Agricultura.

segunda-feira, 13 de março de 2017

Inicia o Curso: Monitor em Precisão na Agricultura

Colégio Agrícola abre curso sobre precisão na agricultura


por Assessoria de Imprensa

 
Alunos do Colégio Agrícola Estadual Augusto Ribas (CAAR) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) iniciaram, nesta sexta-feira (10) a participação no curso e Monitor em Precisão na Agricultura, ofertado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Com 280 horas de carga horária, o curso se estende até novembro, envolvendo os estudantes em aulas teóricas e atividades práticas na Fazenda Escola Capão da Onça (Fescon) da UEPG e grandes e pequenas propriedades da região.
De acordo como o diretor do CAAR, Jail Bueno, esta é a segunda turma do curso de Monitor em Precisão na Agricultura, ofertado em 2016, juntamente como o curso de Monitor em Mecanização de Grãos. “Este segundo curso vai passar por uma reformulação de conteúdos e deverá ter novas ofertas futuramente”, diz, ressaltando que o curso de Monitor em Precisão na Agricultura também sofreu adequações, com a junção de módulos e aumento da carga horária, de 240 para 280 horas.
Outra mudança importante, segundo Jail Bueno, é o cadastramento do curso no sistema da Secretaria de Estado da Educação (SEED), permitindo que, além do certificado no SENAR, os alunos tenham essa participação incluída em seus históricos escolares. “Isso agrega valor ao curso e, certamente, vai beneficiar nossos alunos, como um diferencial a mais no ingresso no mercado de trabalho”, diz, observando que vários integrantes da turma 2016 já se encontram inseridos nesse mercado.
O curso tem a participação de 15 estudantes, selecionados entre os 80 matriculados nas terceiras séries da formação em Técnico em Agropecuária do CAAR. A seleção considerou três quesitos: comportamento; notas nas disciplinas técnicas; e notas no estágio. “Vocês são privilegiados e devem aproveitar essa oportunidade para elevarem ainda mais seus conhecimentos”, disse Jail Bueno, desafiando a turma 2017 a superar a turma 2016, em desempenho e qualidade nos projetos de conclusão do curso.
Regiane Hornung, pedagoga do Senar, destaca a parceria entre o órgão em que atua, o Colégio Agrícola, o Núcleo de Educação, empresas e produtores, para o desenvolvimento de um projeto que, na sua primeira edição, em 2106, já apresentou resultados satisfatórios. “Esse nível de colaboração ajuda muito para que se atinja as metas almejadas”. Ela ressalta o papel dos instrutores como essencial para a qualidade da formação ofertada pelo Senar e chama a atenção dos alunos, para que pratiquem os ensinamentos recebidos. “O fato de vocês serem os escolhidos já os torna vencedores”, completou.
A pedagoga comenta que o objetivo do curso, inserido no programa Jovem Agricultor Aprendiz (JAA) do Senar, é munir os alunos de informações e conhecimentos para que eles se formem técnico, monitores aptos a gerir uma atividade agrícola ou mesmo uma propriedade. “Vocês vão aprender e entender a diferença entre ‘precisão na agricultura’ e ‘agricultura de precisão’”, disse. O primeiro termo está associado ao planejamento, à gestão e à melhoria dos sistemas de produção; e o segundo ao uso de ferramentas tecnológicas para o aumento da produtividade. 
 
Fonte: UEPG

segunda-feira, 6 de março de 2017

Formatura do JAA - Colégio Agrícola

 
Formatura do JAA 
Alunos concluem graduação em Monitor em Precisão de
Agricultura e Monitor em Mecanização Agrícola 

No dia 4 de novembro, 30 alunos do Jovem do Agricultor Aprendiz (JAA) do Colégio Agrícola Augusto Ribas, de Ponta Grossa, região dos Campos Gerais do Paraná, apresentaram os trabalhos finais durante o encerramento do curso. Ao longo de sete meses, os jovens alternaram o extenso currículo do curso técnico em agropecuária de 40 horas, com as 144 horas do JAA. “A carga-horária foi puxada para os estudantes porque, além das 18 disciplinas do curso técnico, tinham as atividades do curso”, destacou o diretor do Colégio Agrícola Augusto Ribas, Jail Bueno, acrescentando que, apesar da agenda cheia não ocorreu nenhuma desistência durante o curso.
Essa é a primeira vez que duas turmas - divididas em Monitor em Precisão de Agricultura e Monitor em Mecanização Agrícola - concluem a graduação do JAA no Colégio. “Durante o curso, os jovens
melhoraram o desempenho nas atividades curriculares e obtiveram melhores notas”, observou Bueno. Segundo ele, está prevista a formação de quatro turmas do JAA no ano que vem e o curso de Gestão será pré-requisito para o segundo ano do curso técnico em agropecuária. “O conteúdo do JAA é excelente e certamente tem um peso muito grande na formação do jovem rural”, avaliou o diretor.
Durante o encerramento, o gerente técnico Eduardo Gomes de Oliveira, do SENAR-PR, avaliou os trabalhos de conclusão apresentados pelos alunos. “A elaboração e a apresentação dos jovens foi excelente. Isso demonstra o comprometimento e responsabilidade dessa juventude que representa o futuro da agropecuária”, disse Oliveira. 

Número 1 do Enem
Referência em educação na região dos Campos Gerais, há sete anos consecutivos o Colégio Augusto Ribas conquista o primeiro lugar no Exame Nacional do Ensino (Enem) entre as escolas públicas de Ponta Grossa. Hoje, a instituição mantém 297 alunos e 100 deles são internos. Durante os três anos de Ensino Médio, os estudantes são preparados sob rígida disciplina e extensa carga horária. No fim do curso, ganham o título de técnico agrícola, após vencerem mais de quatro mil horas/aula.








Colégio Agrícola na Rede Massa


Colégio Agrícola, no Programa da Rede Massa, formando Técnicos em Agropecuária com experiência rural ou não, aprendem a importância de evitar o êxodo rural e aprofundar-se em novas tecnologias para o desenvolvimento da agropecuária da nossa região.

COLÉGIO AGRÍCOLA PREPARA PROFISSIONAIS PARA O TRABALHO NO CAMPO


Para acessar a reportagem click na imagem.


sexta-feira, 3 de março de 2017

Alunos aprovados em vestibular



 Parabéns aos 28 formandos de 2016 aprovados no vestibular.



AMANDA RIBEIRO DA ROSA
Pedagogia - UEPG
BRUNO ALVAREZ TEIXEIRA
Agronomia - CESCAGE
CRISTIANO CHESINE DOS SANTOS
Agronomia – CESCAGE e UNOPAR
CIBELE MARCELA SANTANA
Direito – UEPG e Letras – SECAL (prouni)
ENIO TADASHI KANAYAMA
Agronomia - UEPG
GABRIEL SOARES
Medicina Veterinária - CESCAGE
JOANNA MACIEL CLZIANOSKI
Agronomia - UFFS
LEANDRO MACHADO DOS SANTOS
Agronomia - UEPG
RHUAN PHELIPE GONÇALVES
Agronomia - UEPG
TALES GABRIEL BOBATO STADLER
Medicina Veterinária - CESCAGE
THAISE CARNEIRO BISCAIA
Ciências Contábeis - UEPG
THAIZ APARECIDA RUBIK
Ciências Naturais – UTFPR e Jornalismo - UEPG
FELIPE EMANNUEL DOLENKEI MURARO
Agronomia - UEPG
GABRIEL MIRANDA WESGUEBER
Agronomia – UFFS / Agronomia – UNICENTRO e Agronomia - CESCAGE
GIOVANA DAL COL MARTINS
Biologia UEPG e Letras UNICENTRO
JENIFER NUNES
Agronomia - UFFS
LETICIA MANUELA DE MORAIS
Agronomia - UEPG
LUCAS ANDREY GOMES CRUZETTA
Ciências Contábeis - SECAL
MARINA MALAQUIAS SILVA
Medicina Veterinária - CESCAGE
MARYON CAROLINE DA SILVA
Medicina Veterinária - CESCAGE
NATALIA GRUCZKA
Agronomia – 1º lugar - UFPR
PAULO HENRIQUE SILVA  TAQUES
Zootecnia - UEPG
RAMON VINICIUS MAIA
Agronegócio Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Farroupilha
WILHIAM SIQUEIRA DE ANDRADE
Agronomia - CESCAGE
VINICIUS FANCHIN DE OLIVEIRA
Agronomia - CESCAGE
LEONARDO PRESTES
Ciências Exatas – UFPR e Ciências Biológicas - UNICENTRO
JOÃO ANTONIO SANTANGELO DE SOUSA
Ciências da Natureza - UFFS
LUÃ FRANCISCO SALES ROSA
Direito - UEPG